Tag Archive | apostas

Apostas para o Oscar

Amanhã é dia de Oscar [a partir das 22h (horário de Brasília) – TNT/Globo]! Aproveitando que vi a maior parte dos indicados, coloco em negrito minhas apostas para os vencedores, em azul os que mereciam e, abaixo, alguns comentários sobre a categoria.

Melhor filme:
– “A rede social”
“O discurso do rei”
– “Cisne negro”
“O vencedor”
– “A origem”
– “Toy Story 3”
– “Bravura indômita”
– “Minhas mães e meu pai”
– “127 horas”
– “Inverno da alma”

Aqui, a aposta fica entre “O Discurso do Rei” e “A Rede Social”. Prefiro o primeiro, que tem personagens carismáticos e uma mensagem de otimismo e superação. É o embate entre um filme de época – que, ao final, leva a refletir sobre o maior confronto enfrentado pela humanidade – e um filme contemporâneo, sobre o grande fenômeno da comunicação mundial. No entanto, a categoria tem filmes melhores (todos os indicados são bons!). No conjunto, acho que meu favorito é “O Vencedor”, mas não é “um filme de Oscar”.

Melhor diretor:
David Fincher – “A rede social”
– Tom Hooper – “O discurso do rei”
– Darren Aronofsky – “Cisne negro”
Joel e Ethan Coen – “Bravura indômita”
– David O. Russell – “O vencedor”

Eu achei “A Rede Social” um filme bem normalzinho, mas ele é bem dirigido. No entanto, vou torcer por “Bravura indômita”.

Melhor ator:
– Jesse Eisenberg – “A rede social”
Colin Firth – “O discurso do rei”
– James Franco – “127 horas”
– Jeff Bridges – “Bravura indômita”
– Javier Bardem – “Biutiful”

Colin Firth merece! Seguido de perto por Javier Bardem e James Franco.

Melhor atriz:
– Annette Bening – “Minhas mães e meu pai”
Natalie Portman – “Cisne negro”
– Nicole Kidman – “Rabbit Hole”
– Michelle Williams – “Blue valentine”
– Jennifer Lawrence – “Inverno da alma”

Natalie Portman arrasa!! Nicole Kidman e Michelle Williams também estão ótimas nos filmes [depressivos] pelos quais foram indicadas.

Melhor ator coadjuvante:
– Mark Ruffalo – “Minhas mães e meu pai”
– Geoffrey Rush – “O discurso do rei”
Christian Bale – “O vencedor”
– Jeremy Renner – “Atração perigosa”
– John Hawkes – “Inverno da alma”

Vou torcer pelo Christian Bale, mas se Geoffrey Rush ganhar, não ficarei triste. (Obs: dessa categoria, faltou “Atração perigosa”)

Melhor atriz coadjuvante:
– Helena Bonham Carter – “O discurso do rei”
– Melissa Leo – “O vencedor”
– Amy Adams – “O vencedor”
Hailee Steinfeld – “Bravura indômita”
– Jacki Weaver – “Reino animal”

Hailee Steinfeld é nova para ganhar um Oscar, mas, se levar, será merecido! Jacki Weaver também está muito bem em “Reino animal”, dá medo dela. Amy Adams está ótima em “O Vencedor”! (Todas as atrizes da categoria são muito boas!)

Melhor roteiro original:
– “Cisne negro”
– “Minhas mães e meu pai”
“O vencedor”
– “A origem”
“O discurso do rei”

Melhor roteiro adaptado:
“A rede social”
– “127 horas”
“Bravura indômita”
– “Toy Story 3”
– “Inverno da alma”

Melhor longa-metragem de animação:
– “Como treinar o seu dragão”
– “O mágico”
“Toy Story 3” (Será merecidissímo!)

Melhor direção de arte:
– “Alice no País das Maravilhas”
– “Harry Potter e as relíquias da morte – Parte 1”
“A origem”
– “O discurso do rei”
“Bravura indômita”

Melhor fotografia
– “Cisne negro”
– “A origem”
– “O discurso do rei”
– “A rede social”
“Bravura Indômita”

“127 horas” deveria estar nesta categoria, seria meu favorito. Dentre os indicados, “Bravura Indômita” merece o Oscar, seguido de perto por “Cisne Negro”, apesar de sua fotografia previsível.

Melhor figurino
“Alice no País das Maravilhas”
– “I am love”
“O discurso do rei”
– “Bravura indômita”
– “The tempest”

Não vi “I am love” e “The tempest”, mas Alice tem um visual chocante que merece Oscars técnicos.

Melhor documentário (longa-metragem)
“Exit through the gift shop”
– “Gasland”
– “Trabalho Interno”
– “Restrepo”
Lixo extraordinário

Não vi o favorito “Exit through the gift shop”, nem “Gasland”. Mas queria muito que “Lixo Extraordinário” levasse.

Melhor edição
– “Cisne negro”
– “O vencedor”
– “O discurso do rei”
“127 horas”
“A rede social”

Melhor filme de língua estrangeira

– “Biutiful”(México)
– “Dogtooth” (Grécia)
“Em um mundo melhor” (Dinamarca)
– “Incêndios” (Canadá)
– “Fora da Lei” (Argélia)

Se “Em um mundo melhor” ganhar, será merecido, o filme é incrível!! (Ainda não vi “Incêndios”, mas, dos outros 4, o dinamarquês parece merecer mais – seguido de perto por “Biutiful”)

Melhor trilha sonora original
– “Como treinar seu dragão” –  John Powell
– “A origem” – Hans Zimmer
– “O discurso do rei” – Alexandre Desplat
“127 horas” – A.R. Rahman (Impressionante do começo ao fim!)
“A rede social” – Trent Reznor e Atticus Ross


Melhor canção original
– “Coming home”, de “Country Strong”
– “I see the light”, de “Enrolados”
“If I rise”, de “127 horas” (Linda!!)
– “We belong together”, de “Toy Story 3” (Merece um menção especial!)

Melhores efeitos visuais
“Alice no País das Maravilhas”
– Harry Potter e as relíquias da morte – Parte 1″
– “Além da vida”
“A origem”
– “O Homem de Ferro 2”

Categorias “whatever” (Porque “A Origem” deu muito o que falar para sair sem estatuetas)

Melhor edição de som
– “A origem”
– “Toy Story 3”
– “Tron: o legado”
– “Bravura indômita”
– “Incontrolável”

Melhor mixagem de som
“A origem”
– “O discurso do rei”
– “Salt” (em dvd)
– “A rede social”
– “Bravura indômita”

Melhor maquiagem:
– “O Lobisomem”
– “Caminho da Liberdade”
“Minha Versão para o Amor”

Geralmente eu gosto da categoria “Melhor Maquiagem”, mas este ano ela foi justamente a que desprezei, já que não vi  nenhum dos indicados. A aposta é cega e foi baseada nos trailers.

Infelizmente, ainda não vi nenhum dos curtas para fazer apostas.

E a melhor parte desse Oscar é que ele tem dois atores jovens e carismáticos comandando a cerimônia! Pelos vídeos publicitários, parece que James Franco e Anne Hathaway serão ótimos apresentadores!!

Vencedores SAG Awards 2011

Na espera pelo Oscar e em minha busca por novas séries para consumir meu tempo útil, achei que seria bom guardar os vencedores do SAG Awards 2011 em um lugar de fácil acesso. O prêmio do Screen Actors Guild, o sindicato dos atores norte-americanos, é um esquenta para as categorias de atuação do Oscar – e os resultados também não foram muito diferentes do Globo de Ouro, cujos vencedores publico no dia 17/01, data imediatamente posterior à premiação.

A aposta quanto às séries fica por conta de Boardwalk Empire, que levou o Ator e o Globo de Ouro por melhor série de drama. Os prêmios recebidos por Mad Men em anos anteriores se fizeram merecidos. Espero que – como os simpáticos publicitários dos anos 60 – está também valha a pena.

A minissérie Carlos é outra promessa – em vista para a lista de downloads desde o frisson que causou na Mostra [Internacional de Cinema de São Paulo de] 2010. Dizem que não é difícil achar o torrent, a ver.

 

Eis a lista completa de indicados ao SAG Awards 2011 – em negrito, os vencedores em cada categoria:

Melhor ator coadjuvante
Christian Bale – O Vencedor
John Hawkes – Inverno da Alma
Jeremy Renner – Atração Perigosa
Mark Ruffalo – Minhas Mães e Meu Pai
Geoffrey Rush – O Discurso do Rei

Melhor atriz coadjuvante
Amy Adams – O Vencedor
Helena Bonham Carter – O Discurso do Rei
Mila Kunis – Cisne Negro
Melissa Leo – O Vencedor
Hailee Steinfeld – Bravura Indômita

Melhor ator protagonista
Jeff Bridges – Bravura Indômita
Robert Duvall – Get Low
Jesse Eisenberg – A Rede Social
Colin Firth – O Discurso do Rei
James Franco – 127 Horas

Melhor atriz protagonista
Anette Bening – Minhas Mães e Meu Pai
Nicole Kidman – Rabbit Hole
Jennifer Lawrence – Inverno da Alma
Natalie Portman – Cisne Negro
Hilary Swank – Conviction

Melhor elenco
Cisne Negro
O Vencedor
Minhas Mães e Meu Pai
O Discurso do Rei
A Rede Social

Melhor elenco de dublês
Zona Verde
A Origem
Robin Hood

Televisão
Melhor elenco em série de TV (drama)
Boardwalk Empire
The Closer
Dexter
The Good Wife
Mad Men

Melhor elenco em série de TV (comédia)
30 Rock
Glee
Hot in Cleveland
Modern Family
The Office

Melhor ator em série dramática
Steve Buscemi – Boardwalk Empire
Bryan Cranston – Breaking Bad
Michael C. Hall – Dexter
Jon Hamm – Mad Men
Hugh Laurie – House

Melhor atriz em série dramática
Glenn Close – Damages
Mariska Hargitay – Law & Order: SVU
Julianna Margulies – The Good Wife
Elisabeth Moss – Mad Men
Kyra Sedgwick – The Closer

Melhor ator em série cômica
Alec Baldwin – 30 Rock
Ty Burrell – Modern Family
Steve Carell – The Office
Chris Colfer – Glee
Ed O’Neill – Modern Family

Melhor atriz em série cômica
Edie Falco – Nurse Jackie
Tina Fey – 30 Rock
Jane Lynch – Glee
Sofia Vergara – Modern Family
Betty White – Hot in Cleveland

Melhor ator em minissérie ou telefilme
John Goodman – You Don’t Know Jack
Al Pacino – You Don’t Know Jack
Dennis Quaid – The Special Relationship
Edgar Ramirez – Carlos
Patrick Stewart – Macbeth

Melhor atriz em minissérie ou telefilme
Claire Danes – Temple Grandin
Catherine O’Hara – Temple Grandin
Julia Ormond – Temple Grandin
Winona Ryder – When Love in Not Enough: The Lois Wilson Story
Susan Sarandon – You Don’t Know Jack

Melhor elenco de dublês em série de TV
Burn Notice
CSI: NY
Dexter
Southland
True Blood

Um toque de arte em meio ao abandono

“Lixo Extraordinário” começa apresentando o artista plástico Vik Muniz, seus trabalhos no ateliê de Nova York e seu projeto de realizar fotografias de lixo no Jardim Gramacho, o maior aterro sanitário da América Latina, localizado na periferia do Rio de Janeiro. Em seguida, Vik e seu colega Fábio pesquisam juntos sobre Gramacho, que, de longe, se parece muito com o imaginário do “inferno na Terra”.

Conforme os artistas (e o filme) vão se aproximando do aterro e das pessoas que compõem aquele cenário, no entanto, o documentário vai ganhando uma dimensão humana que ameniza o horror de todo o lixo concentrado no Jardim Gramacho. Como eles lembram no longa, as pessoas que trabalham ali são tratadas como o lixo (ou pior): esquecidas, abandonadas à própria sorte.

Os depoimentos captados emocionam. No limite, é mais ou menos dessa forma que vive a maior parte da população do nosso país, pessoas que estão ali todos os dias e quase nunca são vistas. Um Brasil muito além das novelas ou dos filmes de favela. No lixão, a situação é bem pior.

A ideia que surge então é a da arte transformadora: Muniz convida um grupo de catadores de material reciclável para trabalhar com ele em sua série “Imagens do Lixo” – que depois fez muito sucesso exposta no MAM-Rio. Mas o próprio artista se questiona sobre qual será o efeito dessa interação na vida dos trabalhadores do Jardim Gramacho: para quem viu na arte uma possibilidade diferente de vida, como será voltar ao aterro?

“Lixo Extraordinário” vai levantando essas e outras reflexões enquanto mostra nuances psicológicas dos personagens fortes que trabalharam com Muniz e sua equipe. Em algumas cenas, é impossível conter a emoção – e as lágrimas derramadas trazem consigo a dor de um país imerso em abandono.

Detalhes:

Título: Lixo Extraordinário / Waste Land (facebook oficial)
País: Brasil, Reino Unido
Diretor: Lucy WalkerKaren HarleyJoão Jardim
Fotografia: Duda Miranda
Trilha Sonora: Moby
Ano: 2010
Estréia: 21 de janeiro de 2011
Salas de exibição

Foto: Marat Sabastião, por Vik Muniz. Divulgação.

P.S.: Em 2010, “Lixo Extraordinário” já conquistou os prêmios do Júri Popular nos festivais de BerlimSundance, além do Prêmio Especial do Júri e de melhor documentário do Júri Popular no Festival de Paulínia. O longa também disputa o Oscar 2011 de melhor documentário!

Texto escrito e publicado hoje no Vereda Estreita.

Oscar 2010

Sobre os filmes que vi:

A escolha por um mundo platônico de paz e harmonia. Acho que não merece levar melhor filme ou direção, apenas prêmios técnicos.

A escolha pelo mundo real. Merece melhor filme e direção, tendo em vista que seu oponente de peso é uma fantasia boba.

Um filme memorável. Tarantino poderia levar direção em um ano com menos figurões. Christoph Waltz está fantástico e merece todos os prêmios do ano.

Muita dor para um pessoa só. Um filme tocante, reflexivo. Com um filme pé no chão, coisa rara para o estilo. As duas atrizes, mãe e filha, estão muito bem. Mo’nique, que interpreta a mãe estúpida de Preciosa, está fantástica. Sua personagem é cruel e convincente, de uma maldade feminina e um amor contraditório. Ela depende de sua filha, fica imóvel sem ela, ao mesmo tempo em que a maltrata e despreza.

Piadas de judeu demais atrapalham. Mesmo assim o filme rende boas risadas

Tocante e sensível, lindo! Merece os Oscars de Roteiro Original e Trilha Sonora, está última contribui em muito para que o filme seja tão marcante.

O mundo corporativo, sua tristeza e solidão. Vera Farmiga e Anna Kendrick estão muito bem no filme, mas passam longe do impacto que tem Mo’nique em Preciosa.

Meryl Streep está ótima no filme, sua personagem é um pouco louca, e muito exagerada. O filme é simpático, mas tendo em vista as concorrentes para o Oscar de melhor Atriz, Meryl Streep deve passar longe do prêmio, que desta vez deve ir para Sandra Bullock.

  • Nine

Penelope Cruz também não tem a menor chance perto de Mo’nique. E o filme mereceria, no máximo, algum Oscar por Fotografia ou Direção de Arte. Mas seus concorrentes são muito melhores.

  • O Segredo dos Seus Olhos (Argentina)

Lindo, tocante, marcante e surpreendente. A dupla Ricardo Darín – Juan José Campanella sempre funciona, proporcionando filmes incriveis ao espectador.

A melhor  fotografia do Oscar, de longe, em muito tempo. Embora tenha assistido apelas 2 dos 5 indicados para o Oscar de Melhor Filmes Estrangeiro, acredito que este mereça, pelas premiações já conquistadas nos grandes festivais e pelos comentários que li sobre os outros filmes. O filme é fantástico!

Não tem nem chances de levar o prêmio de Direção de Arte. O filme é bonito, mas Avatar ganha de longe! De resto, o que vemos na tela passa longe dos livros.

Melhor Animação Curta-Metragem:

  • French Roast (sem previsão de exibição no Brasil)
  • Granny O´Grimn´s Sleeping Beauty (sem previsão de exibição no Brasil)
  • The Lady and the Reaper (La Dama e la Muerte) (sem previsão de exibição no Brasil)
  • Logorama (sem previsão de exibição no Brasil)
  • A Matter of Loaf and Death (sem previsão de exibição no Brasil)

4 dos 5 indicados estão online, a Revista Catorze agrupou os links, confira: http://revistacatorze.com.br/blog/?p=38

– O que faltou: baixei Distrito 9, mas não tive tempo de vê-lo. O filme aparece em várias categorias e, pelo que vi, parece ser muito bem feito. Mas acredito que tem poucas chances.

– Para mim, os melhores do Oscar: A Fita Branca, O Segredo dos Seus Olhos, Up – Altas Aventuras e Bastardos Inglórios.

Veja a lista completa dos Indicados ao Oscar 2010

[08/03/10] Confira lista com os premiados com o Oscar 2010: http://bit.ly/aCtJnT, do G1.

Download: a maioria dos filmes citados está disponível para download no filmescomlegenda.net!