Dia do Meio Ambiente: esforços internacionais

No próximo dia 5 de junho será comemorado pela 38ª vez o Dia Mundial do Meio Ambiente . A data foi estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1972, marcando a abertura da 1ª Conferência Mundial de Meio Ambiente, em Estocolmo, na Suécia. Foi a primeira reunião global para discutir a responsabilidade e o papel de cada país na contenção ao descontrole ambiental, que começava a se tornar preocupante.

A ecologia entrou para a pauta de discussões internacionais depois que um acidente no navio petroleiro Torrey Canion derramou 123 mil toneladas de óleo na costa da Inglaterra, em 1967. O mundo então passou a pensar alternativas que permitissem atingir o desenvolvimento econômico sem destruir os recursos naturais do planeta. A criação do Dia Mundial do Meio Ambiente se deu para chamar atenção dos povos e dos políticos à necessidade de aumentar a conscientização e a preservação ambiental, a fim de evitar mais desastres.

No âmbito das relações internacionais, foram realizadas diversas Conferências e encontros globais para discutir assuntos relacionados à preservação ambiental, como os Protocolos de Montreal e Kyoto, e também as Conferências Climáticas (a última realizada em Copenhagen, em dezembro do ano passado). A primeira Conferência, em Estocolmo, reuniu 113 países, além de 250 organizações não governamentais, e a principal pauta foi a degradação que o homem vinha causado ao meio ambiente e os riscos para sua sobrevivência.

Muitas das decisões ali tomadas não saíram do papel, mas a data foi importante para abrir as discussões sobre meio ambiente, sustentabilidade e preservação. No Brasil, o trabalho de preservação ambiental começou em 1974, quando foi criada a Secretaria Especial do Meio Ambiente (hoje Ministério do Meio Ambiente).

Já o Protocolo de Montreal, assinado em 1987 no Canadá, foi o mais bem sucedido acordo ambiental e é visto como um exemplo a ser seguido. O acordo já foi assinado por mais de 190 países, que se comprometeram a reduzir a emissão de gases nocivos à camada de ozônio. De lá pra cá, as emissões mundiais desses gases já caíram 97%.

Para controlar as emissões de gases estufa, o Protocolo de Kyoto, assinado em 1992 e retificado em 1997, estabeleceu metas para controle e redução desses gases e tem cerca de 180 países signatários. No entanto, os atuais maiores poluentes mundiais, EUA e China, não assinaram o acordo.

A professora Sâmia Maria Tauk-Tornisielo, coordenadora do curso de pós-graduação em sustentabilidade ambiental da Universidade Estadual Paulista (Unesp), ressalta que é fundamental para o futuro conter o avanço do efeito estufa. “Para minimizar tudo isso é preciso conter rapidamente a expansão demográfica, controlar a emissão dos gases estufa e aumentar as áreas verdes. Uma mudança de comportamento da população é fundamental. Na Alemanha, por exemplo, eles tem incentiva o uso de bicicletas, que não poluem o ar.”

A professora destaca que os acordos internacionais muitas vezes não surtem muito efeito e chegam a ser desrespeitados até pelos países signatários. Sâmia acredita que nosso planeta precisa rever a forma como consome: “precisamos repensar o modo como vivemos, compramos e nos comportamos no dia-a-dia. A velocidade de degradação tem sido muito rápida. O governo poderia ressarcir financeiramente as pessoas que colaboram com o meio-ambiente, quando você meche com o bolso as coisas funcionam.”

Esta matéria continua AQUIDia do Meio Ambiente: pequenos esforços.

Texto escrito no final de maio de 2010 para o Portal Vital, da Unilever, e publicado na primeira semana de junho. A versão editada está disponível no site, cujo acesso é restrito a usuários cadastrados. Atribui uma data aleatória para a publicação do texto aqui no blog, apenas para mantê-lo como registro.

Anúncios

Tags:, , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: